Manaus prioriza tecnologia para preservar o meio ambiente

Manaus prioriza tecnologia para preservar o meio ambiente

Manaus prioriza tecnologia, e decisão não vem de hoje, em 2023 a Prefeitura realizou ações em prol da sustentabilidade

A Prefeitura de Manaus vem realizando ações de preservação do meio ambiente desde 2023. Além de distribuir mais de 85 mil mudas de árvores de espécies frutíferas, ornamentais e medicinais para a população manauara. Sendo assim, foi realizado o lançamento de um aplicativo que tem o objetivo de georreferenciar as árvores que compõem a arborização urbana da cidade, no âmbito das ações do Plano Municipal de Arborização “Manaus Verde”.

Manaus prioriza tecnologia ambiental

De acordo com o prefeito David Almeida, durante a abertura do ano legislativo na Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã de ontem (6).

“A nossa gestão está muito preocupada em cuidar das pessoas e do meio ambiente, seja na zona urbana ou rural. Estamos fazendo um belo trabalho em mais de cem propriedades, para que não tenhamos queimadas aqui. Manaus não tem queimadas porque estamos chegando com a mecanização junto aos produtores rurais, em parceria, limpando a área, aplicando calcário, dando semente e muda e ainda comprando a produção deles para a merenda escolar. Essa é a diferença que estamos fazendo à frente da Prefeitura de Manaus.”

Aplicativo

Coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mudanças Climáticas (Semmasclima), o aplicativo foi desenvolvido em parceria com a Subsecretaria de Tecnologia da Informação (Subti) da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef).

Manaus Verde

Além disso, o recurso será utilizado junto ao “Manaus Verde”, que no ano passado realizou 63 ações nos bairros da cidade. As ações envolveram iniciativas da Semmasclima e suporte de mais de 316 instituições parceiras. Segundo análise dos resultados pela secretaria, a doação de mudas foi uma atividade de grande aprovação em 2023, com frequência semanal e contemplando todas as zonas administrativas da cidade.

Por sua vez, o trabalho no Centro de Produção de Mudas, instalado nas dependências do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), campus zona Leste, resultou na produção de mais de 220 mil mudas, entre espécies frutíferas, ornamentais e medicinais.

E para manter o mesmo ritmo em 2024, a Semmasclima tem como meta concluir a revisão do Código Ambiental de Manaus, elaborar o Plano Municipal de Enfrentamento à Mudança do Clima e realizar o concurso público.

Limpeza

Por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), foram atendidos 71 pontos da cidade diariamente, executando serviços de capina, poda, raspagem, pintura de mosaico, pintura de meio-fio, irrigação, lavagem e outros. Além disso, aproximadamente mil funcionários foram designados e instruídos por coordenadores da secretaria, que fiscalizam os serviços, permitindo mais rapidez e agilidade, minimizando tempo e gastos.

Ao longo da gestão, a Semulsp reformou todos os dez cemitérios públicos, tanto os seis da capital quanto os quatro da zona rural, no ano passado, como também construiu um total de 6 mil gavetas públicas, nessa primeira etapa do projeto de verticalização de jazigos, no cemitério Nossa Senhora Aparecida, além do cemitério Indígena, com 216 gavetas, tendo capacidade para 1.080 vagas.

Metas

Uma das metas realizadas em 2023 foi ampliar os serviços de ações de limpeza. Para isso, um pelotão de mil servidores foi distribuído ao longo do ano em diversos pontos da cidade. Com isso, surgiu a expansão do número de serviços oferecidos dentro da capital. A tática obteve sucesso, totalizando 11.630 ações realizadas.

O trabalho da pasta resultou em 3.941 mutirões de limpeza em 800 logradouros. Como consequência desse serviço, o aterro de Manaus recebeu 256.614 toneladas de resíduos sólidos, média de 809,5 toneladas diárias.

Já para o ano de 2024, dentre as metas estão:

  • aumentar ações de conscientização e educação ambiental, bem como o número de garis comunitários;
  • construir a nova sede da Semulsp, e de ecopontos – locais disponibilizados para entrega voluntária;
  • e a construção de mais de 16 mil gavetas no cemitério vertical, localizado no cemitério Nossa Senhora Aparecida, Tarumã.

*Foto: Reprodução/https://br.freepik.com/fotos-gratis/close-up-da-colecao-de-sinalizacao-ambiental_12976400.htm#query=tecnologia%20ambiental&position=12&from_view=search&track=ais&uuid=a8ca087b-338c-4ac5-9f66-c20fa18bcc4b

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Pesquisa revela novos caminhos para combater o câncer

Estudo publicado pela Universidade de Paris fortalece a importância da indução de proteínas de choque térmico na luta contra a doença Levantamento realizado pelo Instituto...

Feira ES Construção Brasil: Casa do futuro pronta em 12 dias

Feira ES Construção Brasil traz novidades do setor; evento termina hoje, no Pavilhão de Carapina, na Serra; entrada é gratuita Termina hoje (19), a primeira...

Primeiros humanos surgiram na África: Entenda como

Pesquisas recentes atestaram que primeiros humanos deixaram continente africano antes do esperado Como já se sabe através de muitos estudos, os primeiros seres humanos surgiram...