Uso da IA no Bolsa Família: Beneficiários poderão perder pagamentos

Uso da IA no Bolsa Família: Beneficiários poderão perder pagamentos

Uso da IA no Bolsa Família resultará em muitos beneficiários que poderão perder seus auxílios por conta da nova tecnologia

Uma mudança está prestes a ser implementada no programa Bolsa Família: o uso da inteligência artificial para analisar a lista de beneficiários. Sendo assim, muitos beneficiários poderão perder seus auxílios por causa da nova tecnologia.

Uso da IA no Bolsa Família

O ministro Wellington Dias, à frente do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS), anunciou recentemente o uso da IA no Bolsa Família, como um meio de garantir que o auxílio seja destinado apenas àqueles que realmente atendem aos critérios estabelecidos.

Atualmente, aproximadamente 2% das famílias que recebem o benefício não se enquadram nos requisitos necessários. Ou seja, não cumprem as regras do programa corretamente. Isso levou o governo a buscar 100% de eficiência no processo de distribuição dos pagamentos.

Como será o uso da ferramenta

A novidade foi revelada durante o lançamento do plano anual da rede federal de fiscalização do Bolsa Família e Cadastro Único. O objetivo desse grupo, criado em 2023, é prevenir fraudes e aprimorar o controle sobre os programas sociais, como o Bolsa Família.

Além disso, o uso da inteligência artificial marca uma mudança significativa na forma como os dados são cruzados. Com uma vasta quantidade de informações disponíveis para análise, será possível identificar com precisão os beneficiários que não se encaixam nos critérios estabelecidos.

Diretrizes

O programa definiu cinco diretrizes gerais para seu plano de ação:

  • Não criminalização da pobreza;
  • Evolução do cruzamento de dados e ampliação das bases;
  • Ações estruturantes de combate a fraudes, inclusive cibernéticas;
  • Estruturação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nos estados e municípios;
  • Transparência e comunicação com a sociedade.

Prevenção

Todavia, o ministro destacou a importância de agir preventivamente contra as fraudes, buscando evitá-las desde o primeiro pagamento. Ele alertou que haverá consequências para quem tentar burlar o sistema do Bolsa Família.

O que vai mudar?

Para quem não está familiarizado, a inteligência artificial é uma área da ciência da computação que se dedica ao desenvolvimento de máquinas e programas capazes de imitar o comportamento humano na tomada de decisões e na execução de tarefas.

Com mais de 55 milhões de beneficiários, é importante que o Bolsa Família assegure que os recursos sejam direcionados corretamente. Por isso, essa nova abordagem se mostra crucial para a eficácia do programa.

Na prática, com a implementação dessas tecnologias, espera-se que as famílias que estejam recebendo o benefício de modo indevido sejam identificadas de maneira mais rápida e precisa. 

*Foto: Reprodução/https://www.instagram.com/p/C1B1_FvsjAH/

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Vitamina D rejuvenesce a pele: Entenda se é possível

Vitamina D rejuvenesce a pele, esta é uma pergunta que tem vindo muito à tona em se tratando do universo da beleza; mas o...

Amostras de Marte: NASA reduz gastos com missão

Na segunda-feira (15), a NASA informou como serão os próximos passos da campanha Mars Sample Return, iniciada em 2021. Agora, a campanha vai passar...

Conheça cultivar de uva própria para vinhos espumantes na Serra Gaúcha

Cultivar de uva própria resulta em uma boa produção A produção de vinhos é uma das atividades mais tradicionais na Região Sul do país. Entretanto,...