Cláudio Salituro previu o Pix como divisor de águas para o sistema financeiro, explicando o fim do DOC até fev/2024

Cláudio Salituro previu o Pix como divisor de águas para o sistema financeiro, explicando o fim do DOC até fev/2024

Cláudio Salituro, ex-VP de TI e digital da Caixa Econômica Federal, participou da última Febraban Tech 2022 e trouxe insights relevantes sobre o PIX.

Os bancos associados à Febraban deixarão de oferecer as operações de transferência via DOC e TEC até 29 de fevereiro de 2024. A Febraban anunciou que a decisão foi tomada também pela experiência e pelo custo-benefício aos clientes, já que outras modalidades oferecem o mesmo serviço do DOC.

O Pix foi a modalidade mais utilizada no período, com 24 bilhões de operações, seguida por cartão de crédito (18,2 bilhões), cartão de débito (15,6 bilhões), boleto (4 bilhões), TED (1,01 bilhão) e cheques (202,8 milhões). O ex-VP de Tecnologia e Digital da Caixa Cláudio Salituro afirmou no evento FEBRABAN TECH de 2022 que o Pix é um divisor de águas nas operações bancárias, tornando-se a primeira opção dos clientes devido à sua gratuidade e instantaneidade.

Cláudio Salituro em participação da Febraban Tech 2022
Cláudio Salituro em participação da Febraban Tech 2022

Desativação de DOC e TEC pelos bancos associados à Febraban

As duas operações de transferência de valores que deixarão de existir têm limite de transação de R$ 4.999,99. A TEC é utilizada exclusivamente por empresas para pagamento de benefícios a funcionários. Na TEC, a transferência de recursos ocorre até o final do mesmo dia em que foi dada a ordem. As transferências feitas por meio do DOC são efetivadas um dia depois de o banco receber a ordem.

Os bancos vão oferecer a emissão e agendamento do DOC até 15 de janeiro de 2024, às 22h. Os DOCs realizados até essa data poderão ser agendados no máximo até 29 de fevereiro de 2024.

Outras modalidades oferecem o mesmo serviço do DOC

A Febraban informou que a decisão de desativar o DOC e a TEC foi tomada também pela experiência e pelo custo-benefício aos clientes, já que outras modalidades oferecem o mesmo serviço do DOC. A TED tem a vantagem de o recurso cair no mesmo dia para o destinatário, caso a operação seja feita até as 17h. Já o Pix permite a transferência sem custo em transações de menor valor. Os bancos mantêm diferentes tarifas por essas transações em seus diferentes canais de atendimento ao cliente.

Aperfeiçoamento do Pix

O Banco Central do Brasil anunciou recentemente que o sistema de pagamentos instantâneos do país, o Pix, terá melhorias na segurança a partir do dia 5 de novembro.

Duas funções serão aprimoradas com o objetivo de prevenir fraudes: a notificação de infração e a consulta de informações vinculadas às chaves Pix. A notificação de infração permitirá que as instituições financeiras marquem as chaves e usuários suspeitos de fraudes durante as transações. O registro dessa notificação agora incluirá novos campos para especificar a razão da notificação, como golpe, estelionato e invasão de conta. A consulta das informações de segurança armazenadas no âmbito do Pix também será aprimorada, a fim de garantir a proteção dos usuários e prevenir possíveis ataques cibernéticos.

Com aprimoramentos na segurança, o Banco Central espera manter a confiança do público no sistema, bem como garantir a segurança das transações financeiras no país.

A Febraban

A Febraban é a principal representante do setor bancário nacional e foi fundada em 1967 como uma associação sem fins lucrativos com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do país. Acreditando que um sistema financeiro é verdadeiramente forte quando é feito por empresas e pessoas financeiramente fortes, a Febraban busca representar seus associados em todas as esferas do governo, incluindo os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como entidades representativas da sociedade.

A Febraban trabalha para o aperfeiçoamento do sistema normativo, a melhoria continuada dos serviços e a redução dos níveis de risco no setor financeiro, concentrando esforços que favoreçam o crescente acesso da população aos produtos e serviços financeiros. Seu quadro associativo é composto por 119 instituições financeiras associadas de um universo de 155 em operação no Brasil, representando 98% dos ativos totais e 97% do patrimônio líquido das instituições bancárias brasileiras.

Cláudio Salituro em sua participação na Febraban na íntegra: https://youtu.be/unsL4mWx3Us

Foto: DepositPhotos (autor rafapress)

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Murillo Vianna retorna à gestora Angra Partners

O executivo, que já operou em casos de reestruturação, chega para fortalecer a área de venture capital da empresa No último mês, segundo informações apuradas...

Vinícola urbana de Florença se destaca por sua liderança feminina

Vinícola urbana de Florença é a primeira neste segmento na região; conheça mais sobre o empreendimento da cidade italiana Uma das cidades mais importantes da...

Renato Conill comenta as principais categorias do automobilismo

O ex-piloto gaúcho comenta as divisões do esporte e sua variedade de experiências para pilotos e fãs Segundo o estatuto da Confederação Brasileira de Automobilismo...