Astronautas na Lua: NASA deseja que eles vivam e trabalhem lá

Astronautas na Lua

Astronautas na Lua deve se tornar uma realidade ainda nesta década

A NASA acredita que será possível ter pessoas vivendo e trabalhando na Lua ainda nesta década. Tal estimativa vem de Howard Hu, líder do programa da cápsula Orion, que comentou o lançamento da missão Artemis I durante uma entrevista realizada no último domingo (20).

Astronautas na Lua

Além disso, para que se torne realidade a vivência de astronautas na Lua, após uma série de adiamentos, a NASA lançou a missão com o foguete Space Launch System. O veículo deixou a plataforma de lançamentos do Kennedy Space Center no dia 16, levando a cápsula Orion com destino à Lua. No entanto, a nave não conta com tripulantes a bordo, mas sim manequins, que vão coletar dados durante o voo.

Primeiro passo

Contudo, Hu descreveu que o lançamento da missão representa o primeiro passo para a exploração de longo prazo do espaço profundo não apenas para os Estados Unidos, mas para o mundo.

“Estamos voltando para a Lua e estamos trabalhando para um programa sustentável.”

Porém, ele observou também que, caso a missão Artemis I tiver sucesso, as demais serão tripuladas. Sendo assim, a Artemis II, que possui lançamento estimado para 2024, levará astronautas à órbita lunar, e a Artemis III realizará o primeiro pouso tripulado na Lua em mais de 50 anos, desde o fim do programa Apollo. Além disso, desta vez, a missão levará a primeira astronauta mulher ao nosso satélite natural.

Pouso da Artemis III

Já a Artemis III deverá pousar perto do polo sul lunar, onde os astronautas vão passar aproximadamente uma semana em nosso satélite natural em busca de água, recurso essencial tanto para a estadia na Lua quanto para o lançamento de futuras missões a Marte.

“Vamos enviar pessoas à superfície lunar para viver por lá e conduzir ciência.”

Por fim, ele complementou:

“Será muito importante aprendermos um pouco além da nossa órbita da Terra, para depois darmos um grande passo quando formos a Marte. As missões do programa Artemis vão nos permitir ter uma plataforma sustentável e um sistema de transportes, que vão nos ensinar como operar no espaço profundo.”

*Foto: Reprodução

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Pesquisa revela novos caminhos para combater o câncer

Estudo publicado pela Universidade de Paris fortalece a importância da indução de proteínas de choque térmico na luta contra a doença Levantamento realizado pelo Instituto...

Feira ES Construção Brasil: Casa do futuro pronta em 12 dias

Feira ES Construção Brasil traz novidades do setor; evento termina hoje, no Pavilhão de Carapina, na Serra; entrada é gratuita Termina hoje (19), a primeira...

Primeiros humanos surgiram na África: Entenda como

Pesquisas recentes atestaram que primeiros humanos deixaram continente africano antes do esperado Como já se sabe através de muitos estudos, os primeiros seres humanos surgiram...