Alvarás Eletrônicos podem ser pagos via PIX em Mato Grosso

Alvarás Eletrônicos podem ser pagos via PIX em Mato Grosso

Alvarás Eletrônicos podem ser pagos com maior facilidade desde ontem (15)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), por meio do Departamento de Depósitos Judiciais, disponibiliza desde ontem (15 de janeiro) a nova versão do Sistema de Controle de Depósitos Judiciais (SisconDJ), com nova medida de segurança para acesso e a possibilidade de pagamento dos Alvarás Eletrônicos via PIX.

Sendo assim, em relação aos alvarás eletrônicos, de acordo com a diretora do Departamento de Depósitos Judiciais, Mônica Priscila Lazareti dos Santos Oliveira, a principal implementação é o pagamento via PIX, já que atualmente os pagamentos são realizados por TED e transferência bancária. “São várias as vantagens dessa nova ferramenta de pagamento que beneficia diretamente os jurisdicionados e os advogados, porque é mais uma opção para receber os valores que tanto são almejados em um processo”, explica ela, informando que serão aceitos como chave PIX apenas o CPF e/ou CNPJ.

Vale destacar que em 2023, o ex-VP da Caixa, Cláudio Salituro, já previa o PIX como um divisor de águas para o sistema financeiro, culminando, no fim do DOC até fevereiro deste ano.

Alvarás Eletrônicos via PIX

Além disso, entre as vantagens, está a abrangência no horário de recebimento dos alvarás eletrônicos, a facilidade do procedimento, a redução dos cancelamentos por divergência no preenchimento e indicação de dados bancários e a agilidade no pagamento.

Na fase inicial de implementação do pagamento via pix, o limite estabelecido para acompanhamento do desenvolvimento da ferramenta e sua aplicabilidade é de R$ 10 mil para cada transação. “Posteriormente, com o aprimoramento do sistema, esse limite será ampliado. É importante dizer que dentre os Tribunais que utilizam o sistema SisconDJ, somos pioneiros na disponibilização da ferramenta”, afirma a diretora.

Segurança

Por fim, desde esta segunda-feira (15 de janeiro), o acesso ao SisconDJ passará a utilizar um duplo fator de autenticação (2FA), que será solicitada sempre que ocorrer o acesso ao sistema.

*Foto: Reprodução/https://vancecontabil.com.br/pix-vai-ser-cobrado/

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

5ª edição do Wine in Búzios vai até dia 9 de junho

Festival de vinhos ocorre na Praça Santos Dumont, no centro da cidade litorânea O tradicional festival de vinhos Wine in Búzios está em sua quinta...

Celeiro de startups: Brasília se torna berço da inovação no país

Celeiro de startups possui potencial para oferecer soluções tecnológicas transformadoras Recentemente, Brasília virou notícia por ser reconhecida como o berço da inovação no Brasil. Isso...

Inventário de imóvel: por onde começar?

A prática é obrigatória e pode ter consequências para quem descumprir esse processo O inventário existe para partilhar um imóvel deixado de herança, podendo ser...