Uso de lítio nos data centers reflete nova oportunidade para a indústria

: Uso de lítio nos data centers reflete nova oportunidade para a indústria

Uso de lítio nos data centers, segundo relatório da Frost & Sullivan Analysis of Lithium Ion Battery in Data Centres, as baterias de íon-lítio devem representar 38,5% do mercado até 2025

Nos últimos anos, as baterias de íon-lítio encontraram um meio para se tornarem uma das principais tecnologias de armazenamento de energia na indústria global de data centers na medida em que operadores buscam soluções para reduzir sua pegada de carbono e seu consumo de energia em oposição a baterias de chumbo-ácido, geradores a diesel e outras tecnologias tradicionalmente implementadas.

Em contrapartida, segundo Ernesto Heinzelmann, empresário e importante nome da indústria brasileira, apesar da grande herança desse minério em países sul-americanos, ainda há uma frustração de não saber explorar o valor agregado do lítio.

Uso de lítio nos data centers

Segundo o relatório da Frost & Sullivan Analysis of Lithium Ion Battery in Data Centres (Análise das Baterias de Íon-Lítio em Data Centers) citado pela Data Center Dynamics, enquanto em 2020 as baterias de íon-lítio representavam 15% do mercado de baterias para data centers, até 2025 elas devem representar 38,5% desse mercado. Ocupar menos espaço, ser mais leves, necessitar de menos manutenção e proporcionar uma melhor proteção ambiental foram incluídos como benefícios das baterias de íon-lítio em relação às tradicionais baterias de VRLA, tornando-as uma escolha cada vez mais popular.

Além disso, segundo a Statista, o uso de lítio nos data centers, em relação ao volume de dados gerado no mundo todo ultrapassará os 180 zetabytes em 2025, o que significa um crescimento médio anual de quase 40% em cinco anos.

Tráfego de dados

Esse grande aumento no tráfego de dados fez com que as baterias de íon-lítio se tornassem uma fonte alternativa viável para a energia armazenada em data centers. Isso por conta da sua melhor performance, flexibilidade de uso e menor custo total de propriedade (TCO) em comparação com as baterias de chumbo-ácido reguladas por válvula (VRLA).

Estudo

O estudo “As Vantagens em Usar Baterias de Íon-Lítio como uma Fonte de Alimentação de Backup em Aplicações de UPSs Monofásicos para Data Centers Remotos e de Edge” concluiu que as baterias de íon-lítio têm maior confiabilidade e disponibilidade, possuem 60% menos de peso, maior densidade de energia e de potência e uma resistência para até mais 10°C do que as de VRLA e o dobro de vida útil. Comparando o custo total de propriedade (TCO) de um UPS de 1500 VA com baterias de íon-lítio com uma alternativa de VRLA mostrou um TCO estimado 41% menor para o UPS usando baterias de íon-lítio.

A Oportunidade para o Lítio na América Latina

Conforme dados de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos, os recursos de lítio aumentaram substancialmente no mundo e totalizam ao redor de 86 milhões de toneladas, sendo que 52,9 milhões desse total localizam-se na Bolívia, Argentina, Chile, México e Peru (mais de 61% das reservas mundiais de lítio).

Contudo, a importância que o lítio está assumindo nos data centers, e no esquema de transição energética das indústrias em geral, representa uma importante oportunidade para a indústria de mineração na América Latina. Segundo o BID, as exportações minerais já representam mais de 50% das exportações de países como o Chile e o Peru.

Esse novo interesse global fez com que os preços do lítio disparassem mais de 11 vezes nos últimos dois anos, passando de US$6.000 por tonelada em março de 2020 para mais de US$70.000 em seu pico em 2022.

Inovação e valor

Por outro lado, para a indústria regional de mineração, esse cenário sem dúvida representa uma vantagem comercial, principalmente se o valor da cadeia de suprimentos se fortalecer – para o que é necessário investir em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) com o objetivo de identificar oportunidades nesse campo.

Por fim, em resposta a essa tendência e à necessidade de alimentação dos data centers, as fabricantes de data centers estão buscando inovar nas soluções alternativas para Unidades de Alimentação de Energia Ininterrupta (UPS) com baterias de íon-lítio.

*Foto: Reprodução/br.freepik.com/fotos-gratis/3d-reciclar-baterias_13328732

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Murillo Vianna retorna à gestora Angra Partners

O executivo, que já operou em casos de reestruturação, chega para fortalecer a área de venture capital da empresa No último mês, segundo informações apuradas...

Vinícola urbana de Florença se destaca por sua liderança feminina

Vinícola urbana de Florença é a primeira neste segmento na região; conheça mais sobre o empreendimento da cidade italiana Uma das cidades mais importantes da...

Renato Conill comenta as principais categorias do automobilismo

O ex-piloto gaúcho comenta as divisões do esporte e sua variedade de experiências para pilotos e fãs Segundo o estatuto da Confederação Brasileira de Automobilismo...