Transplante de rim entre animal e ser humano já pode ser uma realidade

Transplante de ruim entre animal e ser humano

Transplante de rim entre animal e ser humano ocorreu nos Estados Unidos, em que o procedimento se tornou inédito no mundo

O que seria improvável anos atrás, agora já é uma realidade: um transplante de rim entre animal e ser humano. Este é o feito de dois cirurgiões norte-americanos. No caso, eles transplantaram o rim de um porco em um ser humano.

Como foi o transplante de rim entre animal e ser humano

Para isso, o órgão preciso ser geneticamente modificado. Porém, não apresentou nenhum efeito adverso no corpo do paciente, o que foi um ponto bastante positivo. Além disso, os médicos acreditam que o sucesso do procedimento possa abrir as portas a outros transplantes. E, consequentemente, amenizar a falta de órgãos humanos para doação.

Detalhes do procedimento

Em entrevista à agência Reuters, os médicos afirmaram que a receptora do órgão era uma paciente com morte cerebral, com sinais de disfunção renal. E a família da paciente autorizou que o procedimento fosse realizado antes de os aparelhos serem desligados.

Transplante ocorreu em Nova York

O procedimento foi realizado no centro médico Langone Health, em Nova York, a partir de genes alterados de um porco. Vale ressaltar que a mudança em termos genéticos foi realizada com a finalidade de garantir que seus tecidos não contivessem mais uma molécula conhecida por desencadear a rejeição quase imediata.

Segundo a reportagem, o experimento contemplou apenas um transplante, e o rim foi deixado no local por somente três dias. Todavia, o estudo ainda não foi revisão por grupos de cientistas independentes, e tão pouco foi publicado em uma revista científica.

Abertura de novos caminhos

Por outro lado, para o médico que liderou a pesquisa, Robert Montgomery, o transplante de rim entre animal e ser humano deve abrir caminho para mais testes em pacientes com insuficiência renal em estágio terminal. E isso pode ocorrer daqui um ou dois anos, prevê.

Além disso, estudos desse tipo podem testar a abordagem como uma solução de curto prazo para pacientes em estado crítico até que um rim humano esteja disponível, complementa Montgomery.

No Brasil

Hoje, no Brasil, 50 mil pessoas aguardam por um transplante, sendo 5.312 pacientes na fila de espera por uma doação de rim.

*Foto: Unsplash

Transplante de rim entre animal e ser humano ocorreu nos Estados Unidos, em que o procedimento se tornou inédito no mundo

O que seria improvável anos atrás, agora já é uma realidade: um transplante de rim entre animal e ser humano. Este é o feito de dois cirurgiões norte-americanos. No caso, eles transplantaram o rim de um porco em um ser humano.

Como foi o transplante de rim entre animal e ser humano

Para isso, o órgão preciso ser geneticamente modificado. Porém, não apresentou nenhum efeito adverso no corpo do paciente, o que foi um ponto bastante positivo. Além disso, os médicos acreditam que o sucesso do procedimento possa abrir as portas a outros transplantes. E, consequentemente, amenizar a falta de órgãos humanos para doação.

Detalhes do procedimento

Em entrevista à agência Reuters, os médicos afirmaram que a receptora do órgão era uma paciente com morte cerebral, com sinais de disfunção renal. E a família da paciente autorizou que o procedimento fosse realizado antes de os aparelhos serem desligados.

Transplante ocorreu em Nova York

O procedimento foi realizado no centro médico Langone Health, em Nova York, a partir de genes alterados de um porco. Vale ressaltar que a mudança em termos genéticos foi realizada com a finalidade de garantir que seus tecidos não contivessem mais uma molécula conhecida por desencadear a rejeição quase imediata.

Segundo a reportagem, o experimento contemplou apenas um transplante, e o rim foi deixado no local por somente três dias. Todavia, o estudo ainda não foi revisão por grupos de cientistas independentes, e tão pouco foi publicado em uma revista científica.

Abertura de novos caminhos

Por outro lado, para o médico que liderou a pesquisa, Robert Montgomery, o transplante de rim entre animal e ser humano deve abrir caminho para mais testes em pacientes com insuficiência renal em estágio terminal. E isso pode ocorrer daqui um ou dois anos, prevê.

Além disso, estudos desse tipo podem testar a abordagem como uma solução de curto prazo para pacientes em estado crítico até que um rim humano esteja disponível, complementa Montgomery.

No Brasil

Hoje, no Brasil, 50 mil pessoas aguardam por um transplante, sendo 5.312 pacientes na fila de espera por uma doação de rim.

*Foto: Unsplash

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Aportes para empresas aeroespaciais: investimentos recordes de US$ 14,5 bilhões em 2021

Aportes para empresas aeroespaciais do setor foram quase o dobro do registrado em 2020 No último trimestre de 2021, foram feitos aportes para empresas aeroespaciais....

Empreendedorismo e inovação: conheça a relação entre ambos

Empreendedorismo e inovação se unem para o sucesso de um negócio É normal ouvir falar que atualmente o empreendedorismo e inovação caminham juntos. Um precisa...

Wordle: já ouviu falar no jogo do momento do Twitter?

Wordle é um jogo de adivinhação de palavras que se tornou febre na rede social Nos últimos dias, se você acessou seu Twitter deve ter...