Carteira de vacinação de chip: empresa quer implantar inovação nas mãos

Carteira de vacinação de chip

Carteira de vacinação de chip pode ajudar as pessoas que sempre perdem a careira impressa ou o passaporte vacinal

Mais uma inovação a caminho. Trata-se da possibilidade de existir uma carteira de vacinação de chip. A novidade na área da ciência é voltada, principalmente, para as pessoas que sempre perdem a carteira impressa ou o passaporte vacinal, que comprova que o indivíduo recebeu as duas doses dos imunizantes contra a Covid-19. A tecnologia está sendo desenvolvida na Europa e pode garantir que jamais esse problema volte a ocorrer.

Carteira de vacinação de chip na mão

A empresa que pretende implantar o sistema fica na Suécia, a DSruptive desenvolveu um microchip capaz de armazenar as informações de vacinação. Além disso, ele pode ser implantado diretamente no usuário, mais precisamente, em sua mão.

O implante é digitalizável e pré-programado; mede 2 por 16 mm e, quando escaneado, mostra as informações inseridas nele.

Como funciona

Ele funciona a partir da tecnologia NFC (Comunicação de Campo Próximo). Ela já utilizada no Brasil há algum tempo. Mais recentemente se popularizou com os pagamentos por aproximação de cartão de crédito ou até com o próprio celular.

De acordo com a criadora dos microchips, os implantes não podem ser utilizados para rastrear a localização de uma pessoa. Isso porque são passivos, ou seja, não possuem bateria.

Por outro lado, também não podem transmitir informações independentemente, uma vez que são ativados somente momentaneamente. Ou seja, quando o usuário os emparelha com um smartphone.

O diretor administrativo da empresa, Hannes Sjoblad, afirmou que já usa o dispositivo e explicou:

 “Tenho um implante de chip em meu braço e o programei para meu passaporte de covid-19. O motivo é que quero sempre tê-lo acessível.”

PDF

Quando o chip é escaneado com o celular, o dispositivo abre um arquivo PDF com os dados da vacinação. No caso de Sjoblad, ele contém o Certificado Digital Covid-19 da União Europeia.

Por fim, a empresa DSruptive ressaltou que ainda não vende implantes aos consumidores. Porém, isso pode ocorrer no futuro com a ajuda de distribuidores parceiros.

*Foto: Reprodução/DSruptive

Carteira de vacinação de chip pode ajudar as pessoas que sempre perdem a careira impressa ou o passaporte vacinal

Mais uma inovação a caminho. Trata-se da possibilidade de existir uma carteira de vacinação de chip. A novidade na área da ciência é voltada, principalmente, para as pessoas que sempre perdem a carteira impressa ou o passaporte vacinal, que comprova que o indivíduo recebeu as duas doses dos imunizantes contra a Covid-19. A tecnologia está sendo desenvolvida na Europa e pode garantir que jamais esse problema volte a ocorrer.

Carteira de vacinação de chip na mão

A empresa que pretende implantar o sistema fica na Suécia, a DSruptive desenvolveu um microchip capaz de armazenar as informações de vacinação. Além disso, ele pode ser implantado diretamente no usuário, mais precisamente, em sua mão.

O implante é digitalizável e pré-programado; mede 2 por 16 mm e, quando escaneado, mostra as informações inseridas nele.

Como funciona

Ele funciona a partir da tecnologia NFC (Comunicação de Campo Próximo). Ela já utilizada no Brasil há algum tempo. Mais recentemente se popularizou com os pagamentos por aproximação de cartão de crédito ou até com o próprio celular.

De acordo com a criadora dos microchips, os implantes não podem ser utilizados para rastrear a localização de uma pessoa. Isso porque são passivos, ou seja, não possuem bateria.

Por outro lado, também não podem transmitir informações independentemente, uma vez que são ativados somente momentaneamente. Ou seja, quando o usuário os emparelha com um smartphone.

O diretor administrativo da empresa, Hannes Sjoblad, afirmou que já usa o dispositivo e explicou:

 “Tenho um implante de chip em meu braço e o programei para meu passaporte de covid-19. O motivo é que quero sempre tê-lo acessível.”

PDF

Quando o chip é escaneado com o celular, o dispositivo abre um arquivo PDF com os dados da vacinação. No caso de Sjoblad, ele contém o Certificado Digital Covid-19 da União Europeia.

Por fim, a empresa DSruptive ressaltou que ainda não vende implantes aos consumidores. Porém, isso pode ocorrer no futuro com a ajuda de distribuidores parceiros.

*Foto: Reprodução/DSruptive

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Aportes para empresas aeroespaciais: investimentos recordes de US$ 14,5 bilhões em 2021

Aportes para empresas aeroespaciais do setor foram quase o dobro do registrado em 2020 No último trimestre de 2021, foram feitos aportes para empresas aeroespaciais....

Empreendedorismo e inovação: conheça a relação entre ambos

Empreendedorismo e inovação se unem para o sucesso de um negócio É normal ouvir falar que atualmente o empreendedorismo e inovação caminham juntos. Um precisa...

Wordle: já ouviu falar no jogo do momento do Twitter?

Wordle é um jogo de adivinhação de palavras que se tornou febre na rede social Nos últimos dias, se você acessou seu Twitter deve ter...