Aportes para empresas aeroespaciais: investimentos recordes de US$ 14,5 bilhões em 2021

Aportes para empresas aeroespaciais

Aportes para empresas aeroespaciais do setor foram quase o dobro do registrado em 2020

No último trimestre de 2021, foram feitos aportes para empresas aeroespaciais. Isso inclui a companhia SpaceX, do bilionário Elon Musk, e a Sierra Space. Ambas receberam em torno de US$ 15 bilhões em investimentos privados no ano passado, sendo US$ 4,3 bilhões apenas no quarto trimestre.

Aportes para empresas aeroespaciais

O setor de espaços, que passa por uma ampliação grande nos últimos anos, viveu um ano recorde, especialmente por investidores que apostam na “economia espacial”.

Sendo assim, os aportes para empresas aeroespaciais foram no valor recorde de 14,5 bilhões em investimentos privados em 2021. Portanto, 50% a mais do que os US$ 9,8 bilhões de 2020. As informações são da empresa Space Capital, sediada em Nova York, divulgadas no dia 18 de janeiro.

Além disso, os investimentos em companhias espaciais chegaram a este nível graças ao quarto trimestre. Eles registraram recordes próprios, no valor de US$ 4,3 bilhões arrecadados em uma série de “mega-rodadas” de financiamento.

Destaques

No último trimestre, os destaques foram:

  • a Sierra Space, que arrecadou US$ 1,4 bilhão em uma rodada de financiamento em estágio avançado;
  • a SpaceX, de Musk, recebeu US$ 337 milhões em investimentos;
  • e a Planet Labs levantou US$ 250 milhões depois de abrir capital seu capital por meio de uma fusão Spac (companhia com propósito especial de aquisição) em dezembro de 2021.

No mundo todo

Por outro lado, ainda em 2021, 1.694 empresas do setor aeroespacial de todo o mundo receberam US$ 252,9 bilhões em investimentos, conforme relatório da Space Capital. É que afirma Chad Anderson, sócio-gerente da Space Capital, no relatório:

“Olhando para o futuro, vemos enormes oportunidades para escalar a adoção em massa da infraestrutura existente. Procuramos abordagens radicalmente novas para construir e operar ativos baseados no espaço.”

Todavia, a empresa diz que está especialmente empolgada com o foguete Starship da SpaceX, que deve entrar em operação em 2022. O lançamento inaugurará uma “nova fase de desenvolvimento de infraestrutura”, e também “mudará completamente a forma como operamos no espaço”.

Outras considerações

Entretanto, a Space Capital alertou em relação às mudanças no mercado que podem afetar os investimentos no setor aeroespacial neste ano. Isso porque as perspectivas de aumento das taxas de juros já atingem as companhias de tecnologia e de crescimento. Este impacto pode ser maior ainda sobre as empresas aeroespaciais que abriram o capital recentemente.

Anderson comenta que “nem todas as aberturas de capital via Spacs são iguais”. Além disso, se as bolsas começarem o ano com uma liquidação e seguirem desta forma, “as empresas que dependem de capital de risco poderão encontrar dificuldade em levantar fundos tão grandes quanto os do ano passado”.

*Foto: Unsplash

Aportes para empresas aeroespaciais do setor foram quase o dobro do registrado em 2020

No último trimestre de 2021, foram feitos aportes para empresas aeroespaciais. Isso inclui a companhia SpaceX, do bilionário Elon Musk, e a Sierra Space. Ambas receberam em torno de US$ 15 bilhões em investimentos privados no ano passado, sendo US$ 4,3 bilhões apenas no quarto trimestre.

Aportes para empresas aeroespaciais

O setor de espaços, que passa por uma ampliação grande nos últimos anos, viveu um ano recorde, especialmente por investidores que apostam na “economia espacial”.

Sendo assim, os aportes para empresas aeroespaciais foram no valor recorde de 14,5 bilhões em investimentos privados em 2021. Portanto, 50% a mais do que os US$ 9,8 bilhões de 2020. As informações são da empresa Space Capital, sediada em Nova York, divulgadas no dia 18 de janeiro.

Além disso, os investimentos em companhias espaciais chegaram a este nível graças ao quarto trimestre. Eles registraram recordes próprios, no valor de US$ 4,3 bilhões arrecadados em uma série de “mega-rodadas” de financiamento.

Destaques

No último trimestre, os destaques foram:

  • a Sierra Space, que arrecadou US$ 1,4 bilhão em uma rodada de financiamento em estágio avançado;
  • a SpaceX, de Musk, recebeu US$ 337 milhões em investimentos;
  • e a Planet Labs levantou US$ 250 milhões depois de abrir capital seu capital por meio de uma fusão Spac (companhia com propósito especial de aquisição) em dezembro de 2021.

No mundo todo

Por outro lado, ainda em 2021, 1.694 empresas do setor aeroespacial de todo o mundo receberam US$ 252,9 bilhões em investimentos, conforme relatório da Space Capital. É que afirma Chad Anderson, sócio-gerente da Space Capital, no relatório:

“Olhando para o futuro, vemos enormes oportunidades para escalar a adoção em massa da infraestrutura existente. Procuramos abordagens radicalmente novas para construir e operar ativos baseados no espaço.”

Todavia, a empresa diz que está especialmente empolgada com o foguete Starship da SpaceX, que deve entrar em operação em 2022. O lançamento inaugurará uma “nova fase de desenvolvimento de infraestrutura”, e também “mudará completamente a forma como operamos no espaço”.

Outras considerações

Entretanto, a Space Capital alertou em relação às mudanças no mercado que podem afetar os investimentos no setor aeroespacial neste ano. Isso porque as perspectivas de aumento das taxas de juros já atingem as companhias de tecnologia e de crescimento. Este impacto pode ser maior ainda sobre as empresas aeroespaciais que abriram o capital recentemente.

Anderson comenta que “nem todas as aberturas de capital via Spacs são iguais”. Além disso, se as bolsas começarem o ano com uma liquidação e seguirem desta forma, “as empresas que dependem de capital de risco poderão encontrar dificuldade em levantar fundos tão grandes quanto os do ano passado”.

*Foto: Unsplash

Outras postagens

Postagens relacionadas

Últimas postagens

Deep techs: entenda conceito e como surgiu

Deep techs contam com investimentos que chegaram a R$ 88 bilhões (US$ 18 bi) em 2021, segundo números mapeados pela Liga Ventures As chamadas deep...

Como impedir 100% dos casos de covid: cientistas descobrem estratégia

Para impedir 100% dos casos de covid, um grupo de cientistas belgas trabalha em um medicamento que demonstrou ser promissor em testes de laboratório. Cientistas...

Investimentos em Web3: organizações de e-sports e games apostam em segmento

Investimentos em Web3 são apostas das produtoras LOUD, Los Grandes, Fluxo, MIBR e Xis Está cada vez mais comum o mercado e negócios de games...